As vantagens de ser um alienado

abril 04, 2017


Faz um tempo que parei de assistir e ler jornais e de acompanhar páginas de notícias no facebook e posso dizer que não fez a menor diferença na minha vida.
Comecei a reparar que aquela chuva de notícias ruins não me faziam bem e que eu precisava filtrar o que chegava até mim.
Tem dias que fico aqui pensando entre a diferença entre ser uma pessoa de fato bem informada, o que é louvável, e um caçador de tragédias que sai reclamando do mundo todo, vê as notícias só pra saber e não faz nada de bom pra melhorar o lugar em que vive.
Pessoas se vangloriam de serem bem informadas e saberem tudo o que se passa no planeta Terra e até além.
Ah sim, às vezes eu me sinto de fato uma ET nesse mundo. Aquele tipo de ET que procura por notícias boas, que me deixam feliz, que me façam parecer alienada perante a maioria que eu conheço, mas que me fazem ter mais esperanças de mudanças, ter mais fé.
Não são raras as vezes em que alguém chega pra mim e o diálogo é mais ou menos assim:
- Você viu o que aconteceu? Uma tragédia matou num sei quantos!
- Não vi não. E nem quero saber.
E a tal pessoa que veio com todo o gás comentar das notícias quentinhas me olha espantada como se eu fosse uma alienada ou estivesse dormindo há 20 anos que não sabe de algo que o mundo inteiro sabe. 
Falha minha. Quem sabe?
Honestamente eu não tenho a pretensão de dizer que o que eu faço é o correto, só é um modo diferente. 
Se as pessoas se sentem bem sabendo de tragédias, guerras e mais um monte de coisas, eu não entendo, mas procuro respeitar afinal escolhas são escolhas. E quem sou eu pra dizer que estão erradas? Ninguém.
A minha escolha foi me defender de coisas que me fazem desanimar, ficar triste e sem esperança e a cada dia mais eu tenho a certeza de que, pra mim, é o jeito que mais funciona.
E sabe o que de melhor aconteceu?
As notícias que vão me tocar de algum jeito o Universo dá um jeito de fazer chegar até mim. 
Eu não sei lidar com coisas que me deixam mal. Saber que algo aconteceu e não posso fazer absolutamente nada pra ajudar me dá uma sensação de tristeza além do normal. 
Talvez eu não seja tão forte assim. Talvez eu seja mesmo um ET que viva num mundo mais colorido. 
Já me disseram que isso é coisa de pisciano: querer ver um mundo mais bonito do que de fato ele é. Pode até ser.
Assim como eu não obrigo ninguém a vir pra esse meu mundo, não permito que ninguém me obrigue a sair dele.

Agora também tem Trilha Bloglovin! Vem também?

Continue na trilha

1 comentários

  1. Também estou assim Vi. Acho que é uma escolha que fazemos. Não quer dizer que não me importo, mas de que adianta ficar se remoendo com algo que às vezes não tem nada a ver com a gente né!

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou desse post? :D

Wishlist