Quem você anda seguindo?

setembro 25, 2018

Ainda na vibe do post dos passinhos pra trás fiquei refletindo sobre os conteúdos que eu venho consumindo nessa tal Internet.
No Facebook eu já deixei de seguir tudo que não me ajudava a evoluir ou que não contribuía pra melhorar os meus dias.
Lá no instagram que é a rede social que mais gosto atualmente, pra não dizer que é a única... assim que criei um novo perfil meu foco foi seguir quem me inspira a ser alguém melhor, gente de verdade sabe?
Não 10 mil perfis que eu nem dou conta de acompanhar, mas aqueles poucos que eu sinto que valem o meu tempo, a minha atenção. Porque como diria Osho na frase ali de cima, se a gente segue gente demais 
E como o nosso tempo é precioso, minha gente... ele simplesmente não volta mais. Não há valor estimado para o tempo.
Nessa dança de cadeiras onde alguns saem das nossas "listas VIPs", amigos e parentes também podem (e devem) participar. 
Pra que continuar seguindo pessoas que despertam em nós raiva, medo, inseguranças ou que tiram a esperança com posts carregados de pessimismo?
Acredito que nós atraímos as coisas que chegam até nós.
Nossos pensamentos, nossos sentimentos e nossas ações, tudo contribui. Então por que não usar isso ao nosso favor? Por que não fazer uma bela faxina e deixar o caminho livre para o que é bom chegar? 
Seleção me parece uma boa palavra para essa situação. 
Por que não focar nas coisas positivas, em perfis que nos inspiram, em pessoas que tiram um pouco do seu tempo pra oferecer luz, conhecimento e verdade a esse mundo?
O que você consome importa. Sua saúde mental importa. Você importa! 
Você tem o poder de escolher quem seguir ou não.
E cabe perfis de humor nisso tudo? 
É lógico que cabe! Mas um humor leve, um humor que não precise ridicularizar os outros pra nos fazer rir.
E cabem perfis onde as pessoas não são good vibes ft. super felizes em 100% do tempo?
Sim, cabem! 
Gente de verdade tem altos e baixos na vida e isso é absolutamente normal, mas é direito nosso proteger nossa energia e nos afastar do que nos faz mal.
Fica aqui a reflexão pra você, quem você anda seguindo: aqueles que te dão energia ou aqueles que sugam sua energia.
O poder de decisão é nosso e o "unfollow", meu caro, é libertador. Acredite em mim!
Até mais! 💇

Continue na trilha

2 comentários

  1. Oi Vivi! Nossa, seu post é muito verdade. Já fiz uma limpa no meu instagram esses tempos atrás... Parei de seguir as blogueiras que tem a "vida perfeita" porque a gente sabe que nosso dia a dia não é assim né? Então passei a seguir pessoas mais "vida real", que eu me identificasse mais e não sentisse aquele sentimento de inferioridade que mesmo que a gente queira evitar, às vezes acaba rolando. Aliás, não só nas redes sociais, mas essa limpeza deveria acontecer em todos os âmbitos da nossa vida. Se não faz com que eu me sinta bem, então não tem porquê acompanhar aquilo. É libertador MESMO!

    Um beijo,
    Renata | https://rivieredusouvenir.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Já deixei de seguir muita gente, principalmente no instagram. Tem gente que infelizmente não nos acrescenta nada e seguir só por seguir é bobeira. Só dá mais trabalho e polui o nosso feed rs

    Ótimo tópico Vi! ♥

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou desse post? :D