Eu abro mão de ser perfeccionista

quarta-feira, 6 de abril de 2016


Por muito tempo eu achei que ser perfeccionista era algo muito bom.
Quantas pessoas nós conhecemos que falam com orgulho: "sou perfeccionista!"?
Eu fui uma dessas pessoas e quer saber? Eu cansei.
Ser perfeccionista pesava demais nos meus pobres ombros.
Eu achava que o meu perfeccionismo era pensar e prestar atenção em detalhes que quase ninguém via. Ser uma chatinha, na verdade.
Só que isso ía além do normal e eu não percebia. Resultado? Cobranças e mais cobranças.
Os tais benditos/malditos detalhes que eu via eram na verdade o que menos importava, era aquilo que jamais apareceria diante do todo, era a minha desculpa pra não acreditar que eu poderia fazer algo que fosse bom o suficiente.
O curioso é que o tal "imperfeito" que muitos de nós enxerga é maravilhoso pra muitas pessoas, mas os nossos olhos estão sempre atentos procurando aquele detalhe que desmereça o que fizemos, aquele erro por menor que seja que justifique uma critica negativa que seja.
Eu cansei de procurar esses erros pequenos e decidi deixar essa perfeccionista de vez no passado.
Hoje eu quero ser livre para errar e para ignorar os detalhes inúteis que só me impedem de seguir em frente com meus projetos.
Hoje eu quero ser leve pra não me cobrar tanto e ver o lado bom daquilo que eu posso fazer.
Hoje eu abro mão de ser uma pessoa perfeccionista.
Hoje eu abro mão da busca interminável pela perfeição.