Aprendendo a dizer não para as migalhas

by - maio 24, 2019


Quantos de nós acreditamos por toda uma existência que as migalhas que recebemos eram mais do que merecíamos?
Vamos aceitando pouco e nos conformando embora nossa alma saiba que merecemos muito mais.
Somos seres de luz nesse planeta, não deveríamos aceitar relacionamentos que não condizem com a nossa essência, com o nosso merecimento.
Família, amigos, parceiros... a indignidade relacional não escolhe tempo de convivência ou parentesco, ela nasce na presença forçada onde falta afinidade.
Assim vamos aprendendo que somos dignos de relações saudáveis e não estamos nesse mundo para agir como mendigos de afeto. Na prática do auto respeito e do auto amor diários identificamos o que não nos cabe mais e nos libertamos das relações indignas.
De uns tempos pra cá comecei a me fazer as seguintes perguntas:
  • Por que eu tolero isso?
  • Por que essa pessoa me trata assim e eu permito que ela continue?
  • Eu realmente gosto dessa pessoa na minha vida ou é simplesmente apego? 
É preciso coragem pra enxergar que merecemos o melhor não só dos outros, mas de nós mesmos.
"Merecemos algo/alguém melhor", essa expressão muitas vezes soou pra mim como ingratidão, sabe? Como se eu tivesse renegando algo que a vida me deu.
Sinto avanços nessa percepção, mas ainda não consegui mudar essa chavinha na cabeça totalmente.
Muitas vezes matemos do nosso lado pessoas que nos deixam mal simplesmente porque ainda não percebemos o nosso real valor e não nos tratamos com o amor que deveríamos nos tratar. 
Mas é um caminho. Tá tudo bem não se amar todos os dias e tá tudo bem ir evoluindo aos poucos. 
E um belo dia a gente olha pra si e diz: chega! finalmente percebi que mereço mais do que isso.
Nesse caminho onde separamos quem suga a nossa energia de quem nos enche de energia que possamos nós mesmos sermos um alguém melhor para nós, em primeiro lugar, e para os outros.
Uma vez que nos tratamos com mais amor, mais compaixão e somos, de fato, bons pra nós mesmos, dizer não as migalhas que nos oferecem é muito mais fácil.

continue na Trilha

0 comentários

Me diz o que você achou desse post? :D