Deixa ir

by - maio 27, 2019


Parece que a gente às vezes tem uma tendência a se amarrar ao que nos fez mal no passado, ou aquilo que não nos cabe mais no presente mesmo as coisas boas.
Estamos em constante mudança e o desapego é um aprendizado diário.
Quantas coisas eram importantes pra nós no passado e hoje nem sequer lembramos?
Quantas pessoas achamos que ficariam ao nosso lado para sempre e, hoje, não vemos mais?
Quantos sonhos foram se modificando, se reajustando, sumindo pelo caminho porque nós evoluímos?
Então se tantas coisas que foram boas pra nós com o tempo perderam o lugar no nosso presente, por que nós deveríamos nos apegar tanto ao que nos fez mal?
Aquela tal sofrência causada pelo "e se tivesse sido diferente?"... Merecemos essa tortura?
A cada dia que passa tento me reconectar mais com o hoje e ter a certeza que sobre o meu passado, eu fiz o melhor com a consciência que eu tinha na época e tento me corrigir quando, injustamente, julgo alguém sem considerar que a pessoa estava, também agindo como poderia, oferecendo o melhor.
Não é fácil, mas é um exercício que traz leveza, traz a sensação de que estamos todos juntos fazendo o melhor que podemos e isso, de algum modo, me enche de esperança.
Pra hoje, proponho a você e a mim mesma que deixemos ir uma coisa que não nos cabe mais. Seja uma pessoa, uma dor, um acontecimento... É claro que nada que nos fere some assim de um dia pro outro, mas vamos dar um passinho hoje?
Liberte o que passou, liberte quem lhe fez algo que lhe feriu, liberte, principalmente a si mesmo da dor injusta do "poderia ser diferente hoje". Isso é ser cruel demais consigo mesmo, é ser arrogante ao olhar para o seu tempo de aprendizado agora que já tem o "diploma" na mão.
Está pronto pra deixar ir?

continue na Trilha

0 comentários

Me diz o que você achou desse post? :D