A diferença entre Solitute e Solidão

by - setembro 16, 2019


Quase ninguém é ensinado a apreciar a própria companhia.
A sensação é que a gente sempre precisa se distrair de si mesmo.
Séries, música, internet e as redes sociais onde as atualizações não param... o celular é praticamente uma parte do corpo atualmente.
Eu tive que aprender a gostar da minha companhia. Não foi fácil e nem foi algo que eu queria também ou pelo menos não o que meu ego queria afinal eu achava que eu sempre precisava dos outros pra ser feliz e colocava nas mãos deles o poder e o dever de me tirar aquele vazio que eu sentia.
Acontece que quando a gente não conhece quem realmente é, é assim mesmo. A gente foge. 
Eu comecei esse exercício de ficar sozinha comigo mesma quando eu comecei a meditar.
E, no meio desse treinamento, eu descobri que eu gostava de ficar sozinha. Do silêncio.
Engraçado que nossa sociedade não vê isso com bons olhos. 
Quando estou muito quieta geralmente perguntam se estou deprimida ou fazem piadas sobre eu querer me tornar uma monja agindo assim. Quem sabe um dia? haha
As pessoas confundem muito solidão com solitude.
Poderia simplificar a diferença com um trecho de Osho: "Solidão é ausência do outro; solitude é sua própria presença", no entanto, eu já vivi dos dois jeitos e, cabe aqui dar a minha humilde opinião:
  • Na solidão estamos sozinhos e dói muito. É possível senti-la ainda que estejamos acompanhados por outras pessoas. Nós procuramos nos outros uma cura que só existe dentro de nós mesmos. É uma dor, uma sensação de abandono que nunca acaba. As doses que nossos amigos ou família ou qualquer outra distração são poucas e as vezes ilusórias. Comigo o que acontecia era um auto abandono. Nós não nos sentimos felizes, vivemos com um vazio constante e sempre parece que nos falta algo.
  • Na solitude estamos sozinhos e apreciamos a nossa companhia. Não precisamos de ninguém para nos distrair de nós mesmos. É aquela paz de estar em casa, em silêncio e ter a sensação de paz e de que ainda que hajam problemas nós não estamos sozinhos porque temos a nós mesmos.
E êis duas dicas pra quem quer começar a desenvolver a solitude: 
  • pratique a meditação: comece pelas guiadas! Elas me ajudaram muito no começo e até hoje ainda faço e adoro.
  • faça uma lista de coisas que você gosta em si mesmo: quanto mais a gente se conhece mais fácil é ver o que temos de especial em nós mesmos.
E, como eu sempre digo, procure ajuda de um profissional.
Nós nem sempre vamos dar conta de vencer nossas dores sozinhos e está tudo bem. 
Nós vamos percorrer caminhos que não nos agrada e os profissionais existem pra nos dar a mão e nos ajudar nesse caminho. Eles são aqueles que nos ajudam a ver a nossa própria luz quando nossa visão está meio turva. 

continue na Trilha

2 comentários

  1. Adorei as dicas Vivi! Acho super importante a gente ter esse tempo só nosso. De introspecção e olhar pra dentro mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que gostou, Claudinha! ♥
      Eu adoro esses momentos, dão uma paz para a minha alma! haha
      Beijos!

      Excluir

Me diz o que você achou desse post? :D