Exercício do Espelho de Louise Hay

by - outubro 09, 2019


A gente sempre escuta "você precisa se amar mais!"
Tem também aquela frase bem famosa "se você não se amar, ninguém vai te amar".
Mas como a gente começa? Por onde?
Pelo externo ou pelo interno?
Comece pelo básico: falando "eu te amo" pra si mesma.
Por parecer simples nosso ego vai tentar nos convencer de que não vale nada ou de que não fará uma grande diferença na nossa vida, mas não é verdade.
Foi assim que eu comecei.
Descobri um dos exercícios da Louise Hay famosa autora reconhecida mundialmente e pioneira do gênero autoajuda da literatura e de quem eu sou fã 💖.
O tal exercício parece bem fácil e simples pois tudo o que temos que fazer é repetir em frente ao espelho:
“Eu te amo, eu te amo de verdade”.

Pensei: isso aí é moleza, vou testar pra ver no que dá. 
E eu estava totalmente enganada e foi muito mais difícil do que poderia imaginar. 
Parecia que minha mente ía criando artimanhas pra se sabotar no exercício como, por exemplo, começar a buscar imperfeições no meu rosto e desviar a minha atenção. 
A gente não tem o costume de dizer o quanto gosta da gente mesma. Pelo contrário, estamos sempre passando por espelhos tentando reparar no que pode ser melhorado.
Então eu recomeçava o exercício e olhando diretamente nos meus olhos eu dizia: “Eu te amo, eu te amo de verdade”.
Tinha dia que eu senti raiva, em outros paz, compaixão, amor e até tinha dia que eu não senti absolutamente nada.
Mas em muitos eu chorei.
Outra afirmação que Louise indica para nos ajudar a desenvolver o amor por nós mesmos é:
"Eu te amo, eu te amo de qualquer jeito!"
Segundo ela essa é uma afirmação que nos ajuda naqueles momentos em que algo deu "errado" ou algo que não nos agradou, sabe? Ela nos relembra de que tudo em nossa vida passa, mas o nosso amor por nós mesmos não.
Quando a gente passa muito tempo sem gostar de si, esse exercício parece meio falso. É mais ou menos como como falar eu te amo pra um estranho por isso pode ser meio esquisito no começo então é preciso insistir.
Uma coisa eu sei: nossa alma esteve esperando a nossa vida toda pelo nosso amor e ela vai saber esperar o tempo que for pra que a gente se sinta pronta de verdade.
Um fato é que parece que estamos sempre colocando empecilhos e metas pra nos dar amor. 
O amor não é uma condição, é um direito de todos nós.
Não precisamos esperar até perder peso, ou até ter um bom emprego, ou uma boa casa pra ter orgulho de nós mesmos e nos amarmos. Dá pra começar a dar pequeninos passos agora mesmo.
Fica aqui o convite pra você tentar esse exercício caso sinta no seu coração que deve. 
Não custa nada. 💖

continue na Trilha

0 comentários

Me diz o que você achou desse post? :D