Os perrengues que a gente não vê

by - janeiro 02, 2020


Em 2019 eu posso dizer que estive na merda várias vezes.
(Eu até tentei achar outra palavra, mas merda era, de fato, a mais apropriada. haha)
E eu entrava no Instagram e via aquelas vidas perfeitas.
Todo mundo trabalhado no Namastê, Good Vibes, dietas maravilhosas, gratidão e viagens... Ah as viagens!
90% das fotos perfeitas. Impecáveis.
Milimetricamente pensadas para os likes, melhor, para mostrar pra todo mundo como a vida é interessante, fabulosa e produtiva com aqueles planners maravilhosos e cheios de atividades que só de olhar a gente já fica com a impressão que tem uma vida vazia e sem muita graça. Tudo ilusão.
No último dia do ano eu vi vários e vários textos dessas mesmas pessoas, as pessoas das fotos da vida perfeita, dizendo como 2019 foi um ano difícil, pesado, complicado.
E eu via isso aqui nas redes sociais? Não.
As pessoas só compartilham aqui o que querem. E elas estão certas. Cada um faz o que quer mesmo.
E o problema não é o compartilhar! 
O problema é a gente olhar pra isso e pensar que é real. Não é.
Aquela foto, aquela legenda com frases de efeito e inspiradoras muitas vezes são postadas por alguém que está passando um perrengue danado e quer um alívio nem que seja um like ou um comentário.
E é com isso que a gente compara a nossa realidade. É a tal velha história de comparar os nossos bastidores com o palco do outro.
Isso só vai sempre nos trazer frustrações e pior, nem é a verdade.
A grama do vizinho não é mais verde, ela só está retocada com filtros.

continue na Trilha

0 comentários

Me diz o que você achou desse post? :D