Loki: meu fiel escudeiro na Quarentena

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Eu sou muito feliz e sortuda por ter crescido sempre com pelo menos um cachorrinho em casa.
Foram meus grandes amigos e já partiram o Roni, o Japi, a Pirrucha e a Bebein e agora tenho aqui comigo o Loki.
Um chihuahua bem temperamental e ciumento, mas com tanto carinho que eu nunca vi nessa vida.
Assim que ele chegou na minha vida eu ainda estava com o coração muito machucado porque fazia pouco que eu havia perdido a minha cachorrinha e eu não queria nem pegar ele no colo porque na minha ingenuidade bem idiotinha diga-se de passagem isso me ajudaria nunca mais me apegar nem amar nenhum cachorro nessa vida. aiai...
5 minutos depois que vi aquela coisica peguei ele no colo e não teve jeito. O meu coração derreteu.
E só Deus é quem sabe como nós mimamos esse cachorrinho desde que ele veio pra cá.
Quando ele chegou nós estávamos vazios, a casa estava triste porque a nossa Bebein havia partido e ele fazia tanta bagunça e nos dava tanto amor que foi uma cura pra todos nós e toda aquela tristeza sumiu.
Todos os dias quando acordo ele é o primeiro que eu vejo sempre em cima da minha coberta, ora dormindo, ora pulando pra me acordar já ligado no 220.
Minha roupas são cheias de pelo e não poderia ser diferente é só ele pedir colo, e lá vou eu.
No meio dessa pandemia muita coisa ficou limitada pra nós seres humanos principalmente o contato físico, mas esses nossos amigos não correm perigo graças a Deus. 
Então eles podem e devem ser abraçados. Os que gostarem é claro pra que a gente não sufoque os coitados! hahaha
Eu não tenho a menor dúvida de que eles sabem que nós precisamos do amor deles mais do que nunca agora.
Como sou introvertida e amo ficar em casa meu cachorro acaba sendo minha companhia e um grande amigo também. 
Eu converso com ele. Sim, eu converso mesmo, mas ainda não consigo decifrar o que os latidos em resposta significam...
Toda vez que eu estou triste ele sabe.
Toda vez ele vem pra perto de mim e não sai até eu ficar bem.
É a minha riqueza na vida e é assim que eu chamo ele: riqueza. 😂
Às vezes estou aqui chorando preocupada com tudo que está acontecendo, ou com medo e ele vem e começa a lamber as minhas lágrimas. Eu não sei muito bem se ele entende, mas isso acaba me fazendo chorar mais ainda mas de felicidade e não mais de tristeza.
Quando eu olho pra ele eu já sou invadida por um sentimento de gratidão primeiro porque ele é um presente de Deus e segundo porque é uma "herança" da minha mãe que era a "dona" dele.
O meu grande companheirinho nessa jornada não poderia ser outro além do meu amado Loki. 
Não enfrentamos zumbis como Neville e a Sam em Eu Sou a Lenda, mas já foram muitos monstros que ele me ajudou a derrotar.
Que bom.
Que bom que o meu coração se abriu pra ele logo no primeiro dia que eu o vi.
Ele é mesmo um grande amigo, muito mais do que eu poderia sonhar. 💖

2 comentários

  1. Ah que amor Vivi! Também tenho uma relação bem parecida com a minha cachorrinha. Considero ela minha melhor amiga. Vida de introvertido não é fácil, mas graças a esses bichinhos, a gente consegue viver de uma forma mais leve.

    Se cuide do lado daí ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles nos dão tanto amor, Claudinha!
      Nem sei o que seria desses últimos dias sem ele. Ainda bem que temos esses grandes amigos conosco.
      Tô me cuidando e você se cuide também!♥

      Excluir

Me diz o que você achou desse post? :D