Celebrando Pequenas Vitórias

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Bom, eu já falei aqui no blog algumas vezes sobre como é importante a gente agradecer. 
Na verdade eu já fiz até uma lista que foi salva e compartilhada centenas de vezes lá no Pinterest com vários motivos para agradecer que eu chamei de Desafio/Diário da gratidão.
Pois bem. Antes da minha última sessão da terapia, eu resolvi fazer uma coisa diferente.
Em geral a gente leva para essas sessões as coisas piores que aconteceram porque a gente tem a necessidade de colocar pra fora tudo o que está sufocando nosso peito por dentro, mas dessa vez me veio uma ideia diferente: focar nas pequenas vitórias.
O mês de julho para mim foi muito difícil e eu tive algumas situações bem conflitantes nesse mês e até uma crise da ansiedade que eu nunca tinha tido na vida. thanks, quarentena!
Eu acabei percebendo que estava olhando só para a metade vazia do copo e daí eu resolvi mudar a perspectiva e ver o que de bom eu fiz.
Não só agradecer as coisas boas, mas, sim, verificar as pequenas vitórias que eu tive dia após dia. 
E eu fui percebendo que não foram só dias ruins que eu tive e que, na verdade, eles foram a minoria comparada ao mês inteiro.
Acho que muitas vezes a gente fica esperando ter uma grande vitória para comemorar e nesses dias de quarentena estamos aprendendo a dar mais valor ao que antes passava despercebido por nós. 
É preciso celebrar, nos dar os parabéns por continuar seguindo, tentando dia após dia. 
Tem dias que levantar da cama e tomar um banho já é uma baita vitória pra muitos no mundo e nós menosprezamos isso.
Dar um telefonema, conseguir arrumar uma gaveta, sair do quarto e largar o computador pra ir até o quintal, fazer o seu próprio almoço ao invés de pedir qualquer fast food... pequenas coisas que merecem mais valor por nós.
O caderno da gratidão, pra mim, ganhou um novo sentido esses dias: não só agradecer as coisas boas,  mas me parabenizar pelo que eu fiz pelo meu bem principalmente. 
Me enxergar como alguém que continua seguindo apesar dos pesares tem sido importante para mim.
Esses registros fazem muita diferença acima de tudo naqueles momentos mais desafiadores em que parece que não temos nem vontade de levantar da cama. 
Nenhum passo é pequeno demais e agora mais do que nunca, cada passinho conta.
Se eu puder dar um conselho para quem vai ler esse post ele seria: agradeça assim, mas também anote suas pequenas vitórias cada uma delas para que você se lembre amanhã do quanto você foi forte hoje, de que você não desistiu e tem, sim, forças pra continuar.
Vamos em frente!

Postar um comentário

Me diz o que você achou desse post? :D