Aperfeiçoando ou Procrastinando?

domingo, 16 de agosto de 2020


Estamos vivendo uma época em que o acesso a informação é absurdamente rápido e rápido para muitos de nós.
Tudo vem muito fácil às nossas mãos.
Bastam 2 ou 3 cliques e pronto: achamos milhares de livros, cursos, especialistas oferecendo o melhor para nos ajudar em qualquer tema.
Cursos dos mais variados tipos e valores e a quantidade de conteúdo gratuito então... tem pra todos os gostos. Isso é um fato.
E muitas vezes nós ficamos até nos sentindo meio perdidos como quem vai ao supermercado escolhendo o que vamos comprar afinal são tanta as opções disponíveis...
Observando.
Absorvendo.
Aprendendo.
Nos esforçando na tentativa de ser a "nossa versão" ou pelos menos buscando na teoria essa tal melhor versão...
E cá entre nós a teoria é mesmo fascinante e de fato nos ajuda a ter pistas de onde ir, mas nem o conhecimento que fica dentro da nossa mente isolado e nem os nossos mentores podem fazer o trabalho por nós.
Nós é que temos que caminhar. E caminhar já implica em ação, nos mover, sair do lugar... 
Exatamente. Sair das telas, dos livros das asas dos mentores e ir pra vida colocando em prática o que nossa mente já aprendeu.
E é exatamente nessa hora que muitos de nós travamos.
Será que estou mesmo pronta? Talvez eu devesse fazer mais um curso, só mais um... ou ler aquele livro!
Qual é o momento certo para começar a agir?
Quando estamos realmente prontos?
Será que esta busca incansável e interminável pelo conhecimento e pela teoria por si só não esconde o nosso medo de ir para a prática? Medo de cometer os tão temidos erros no percurso?
Perguntas e mais perguntas...
Mas de uma coisa eu sei: nós estamos prontos para viver o hoje, mesmo que a gente ache que não, e sobre o amanhã saberemos amanhã.

2 comentários

  1. Nossa Vivi, você sempre escreve sobre coisas que ando passando. Eu me sinto muito assim, de nunca estar pronta para o meu "futuro perfeito". Onde sou feliz. É uma realidade dura de aceitar, mas talvez a gente não queira (ou achei que não tem o direito) de ser feliz. E como você disse, ainda precisamos estudar mais, ler mais, sofrer mais pra finalmente um dia lá na frente (que nunca chega) sermos plenamente feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh Claudinha ando passando tanto por esses questionamentos ultimamente!
      Nós já merecemos a felicidade, mas é tanta caraminhola que colocam na cabeça da gente...
      E sempre tem essa identificação quando vejo seus vídeos e posts também! haha

      Excluir

Me diz o que você achou desse post? :D